COBERTURAS

Equipamentos Eletrônicos

Seu negócio usa equipamentos eletrônicos para prestação de serviços ou para produzir serviços?

Preciso de seguro de danos aos meus Equipamentos Eletrônicos?

Se seu negócio usa equipamentos eletrônicos para prestação de serviços ou para produzir serviços, importante ter o seguro de Equipamentos Eletrônicos que abrange todos os problemas relacionados a falhas, principalmente considerando que os custos relativos à quebra de equipamentos podem ser desastrosos, tanto no curto prazo quanto também no longo prazo. Por isso, investir em cobertura de seguro para o seu equipamento eletrônico é uma importante decisão a ser considerada no seu orçamento e planejamento financeiro empresarial.

Considere que seu equipamento pode precisar ser consertado ou substituído, custando muito dinheiro impactando o resultado da empresa e seu fluxo de caixa. Pode ser necessário alugar equipamentos para que você possa retomar suas operações novamente. Independentemente das circunstâncias, existe a grande probabilidade de você não conseguir fornecer serviços ou produtos aos seus clientes durante esse período. Sua incapacidade de atender seus clientes pode ter consequências financeiras e danos à sua reputação irreparáveis. Se os clientes precisarem de seus serviços, talvez precisem encontrá-los em outro lugar. Você desejará que seu negócio esteja se movendo novamente o mais rápido e eficaz possível para atenuar esses resultados indesejados.

 

Definições importantes do seguro de Equipamentos Eletrônicos

Equipamentos eletrônicos: são máquinas ou equipamentos, de “tipo fixo”, quando instalados para operação permanente na empresa. São compostos de circuitos elétricos e eletrônicos, que utilizem transistores ou circuitos impressos, eletrônicos ou integrados, diodos, capacitores, bobinas e resistores, conectados à rede elétrica de baixa tensão (110 V ou 220 V) e usem a eletricidade para realizar funções que não seja a transformação em calor, frio ou movimento, ou seja, que não transforme energia elétrica em energia mecânica ou térmica, com a finalidade de armazenar, processar ou transmitir informações.

 

Quais são os equipamentos eletrônicos que podem fazer parte desse seguro?

– equipamentos de informática, como: microcomputadores de maior porte, impressoras, scanners, plotters, modens e outros periféricos de hardware e portáteis tais como, notebook, netbook, palmtop, tablets, agendas eletrônicas, calculadoras de bolso e similares;
– máquinas eletrônicas, copiadoras, relógios de ponto, caixas registradoras;
– câmeras de circuito interno e centros de controle monitorados;
– aparelhos telefônicos, centrais telefônicas e fax.

 

Quais são os equipamentos eletrônicos que NÃO fazem parte desse seguro?

– peças e substâncias que, por sua natureza, necessitem de substituição frequente, como cabos, correntes, lâminas, lâmpadas, válvulas, tubos, fitas, discos flexíveis, fusíveis, vedações, juntas, ferramentas, cilindros gravados, objetos de vidro, porcelana ou cerâmica, redes ou telas, substâncias operatrizes em geral como óleos lubrificantes, combustíveis e produtos químicos, salvo se forem afetados e danificados diretamente por acidente coberto;
– cabos de alimentação de energia elétrica que não façam parte integrante do equipamento eletrônico segurado;
– cabos externos de transmissão de dados entre equipamentos de processamento instalado em prédios distintos;
– fitoteca e dados em processamento;
– quaisquer dispositivos ou equipamentos auxiliares que não estejam conectados aos bens segurados;
– materiais auxiliares e peças consumíveis, exceto quando fizerem parte integrante de um equipamento que sofra danos cobertos pela apólice;
– software de qualquer natureza;
– equipamentos portáteis.

 

Você saberá que escolheu o seguro certo de Equipamentos Eletrônicos se ele garantir os danos ou perdas materiais causadas:

– aos equipamentos eletrônicos de baixa tensão da empresa ou de terceiros, desde que estes equipamentos sejam inerentes a atividade de sua empresa, instalados permanente nas áreas internas do imóvel, inclusive os danos provocados por simples queda, que exija reparo ou reposição de forma a impossibilitar que o equipamento possa continuar a trabalhar ou operar normalmente.

 

O que a cobertura de Equipamentos Eletrônicos não cobre?

A transparência é um atributo importante para nós. Você deve ler atentamente as condições gerais do seu seguro, em que estarão detalhados os itens não cobertos, também conhecido como riscos excluídos ou prejuízos não indenizáveis, descrevendo todas aquelas situações específicas e particulares que a Seguradora não terá responsabilidade contratual. Aqui relacionamos alguns exemplos de exclusões:

– acidentes envolvendo equipamentos expostos ao ar livre, em varandas, terraços e edificações abertas ou semiabertas, tais como galpões, alpendres, barracões, telheiros, quiosques e semelhantes;
– desgaste natural pelo uso, incluindo abrasão, atrito, deterioração ou incrustação por fervura de máquinas, instalações ou equipamentos, como resultado do uso ou operação diária, deterioração gradativa de qualquer parte do equipamento, inclusive quaisquer efeitos ou influências atmosféricas, oxidação, ferrugem, escamações, incrustações, cavitação e corrosão de origem mecânica, térmica ou química;
– variações anormais de tensão, curto-circuito, arco voltaico, calor gerado acidentalmente por eletricidade, descargas elétricas, eletricidade estática e qualquer efeito ou fenômeno de natureza elétrica;
– roubo, furto, saque, estelionato, apropriação indébita, extorsão, extorsão mediante sequestro, e extorsão indireta;
incêndio, raio, explosão, implosão e fumaça;
alagamento, inundação, ou, pela infiltração paulatina, contínua, intermitente ou periódica de água ou de qualquer outra substância líquida;
– comércio ilegal ou contrabando;
– arranhaduras, lascas ou manchas em áreas polidas ou pintadas, salvo se concomitante com outras avarias ocasionadas ao equipamento (tal como amassamento);
– responsabilidade do fabricante ou do fornecedor perante o segurado, previstas em lei ou contratualmente;
– manutenção inadequada, entendendo-se como tal aquela que não atenda às recomendações mínimas especificadas pelo fabricante ou fornecedor;
– uso inadequado, forçado ou fora dos padrões recomendados pelo fabricante;
– perda de dados e utilização de softwares não homologados ou que não representem cópias originais fornecidas pelos fabricantes;
– operações de montagem, desmontagem, reparos, ajustamentos e serviços em geral de manutenção;
– operações de transporte ou transladação dos equipamentos segurados fora do terreno da propriedade em que se situa a empresa
– acidentes ocorridos durante operações de içamento (subida ou descida) dos equipamentos eletrônicos, como também, em razão do uso de máquinas inadequadas às operações realizadas, considerando a natureza e o peso dos equipamentos movimentados;
– água de chuva ou de neve, penetrando no interior das edificações do imóvel, por entupimento ou insuficiência de calhas e desaguadouros, ou por portas, janelas, vitrines, claraboias, respiradouros, ventiladores ou telhado;
– defeitos pré-existentes à data de início de vigência do seguro e que já eram de conhecimento da empresa.

 

Como a Tuia Seguros está mudando as regras do jogo!

Aqui você encontrará soluções personalizadas para seus equipamentos eletrônicos, o que nos permite oferecer um produto customizado, com amplas coberturas que proporcionam o conforto e a tranquilidade necessários para você continuar focado no crescimento de seu negócio.

Com a personalização, além da simplificação e da consultoria especializada da Tuia Seguros, você terá o benefício de redução do valor do seguro por ser feito sob medida, sem obrigação de contratar coberturas adicionais que você não precise, e ainda há a conjugação de várias coberturas em um mesmo seguro.

 

Compartilhe: